🛑 Antecedentes da Família do Dragão Asiático

 


🛑 Antecedentes da Família do Dragão Asiático



De OVNIs a fantasmas e poderes sobrenaturais, a história está cheia de eventos inexplicáveis.

Agora você pode voltar e aprender o que eles não querem que você saiba. 

Aqui estão os fatos. Uma história estranha apareceu no jornal.

 Em 2009, dois cidadãos japoneses foram detidos na Itália. Relatórios iniciais diziam que os dois estavam tentando entrar na Suíça com US$ 134,5 bilhões nos Estados Unidos.

 As emendas subsequentes alegaram que esses títulos eram falsos e a história quase desapareceu completamente do noticiário.

 Pelo menos dois outros incidentes semelhantes ocorreram em 2009, mas a notícia de cada um foi rapidamente esquecida. 

As novidades sobre esse vínculo misterioso não param por aí. 


 Em 2012, promotores italianos anunciaram a apreensão de US$ 6 trilhões em títulos do Tesouro dos Estados Unidos.


 Apreendeu US$ 6 trilhões em títulos dos cofres dos bancos de Zurique.

 O governo dos EUA também admitiu que esses supostos títulos de 1934 eram falsos.


 Da Segunda Guerra Mundial à falsificação da libra esterlina pela Alemanha, às notas de superdenominação norte-coreanas de hoje, a falsificação é, infelizmente, um crime comum.


 Então, por que tantas pessoas pensam que há algo por trás dessa história? 


Se esse título do governo for real, quem possui tanto dinheiro?

 Ã‰ aqui que fica louco. Em novembro de 2011, um homem chamado Neil F. Keenan é o proprietário deste vínculo.

Keenan entrou com uma ação civil em nome de uma organização chamada Dragon Family.

 Há rumores de que a Família Dragão é uma organização formada por famílias antigas que se identificam como tal.

 [Amo o atual conflito político entre a China continental e Taiwan. ]


O processo de Keenan alega que vários réus fazem parte de um esquema cooperativo e intencionalmente malicioso em uma conspiração internacional para fraudar a Família Dragão.


 Esta é uma história entre o Sr. T, Ministro das Finanças da China durante a Segunda Guerra Mundial.

  V. Song e Henry Morgenthau, secretário do Tesouro dos EUA, assinaram um acordo para proteger os ativos chineses no caso de uma guerra generalizada com o Japão.

 Os Estados Unidos compraram cerca de 50 milhões de onças de prata do governo Kuomintang da China e emprestaram muito ouro.


 Essas medalhas foram trocadas por certificados e enviadas para os Estados Unidos. 

Diz-se que este certificado se tornou a pedra angular da riqueza de Taiwan.

 Quando o Kuomintang fugiu para Taiwan, eles nomearam a Família Dragão para proteger esses certificados restantes e aguardar seu resgate com juros.


 Ã‰ uma história interessante, mas com alguns problemas. Primeiro, o Federal Reserve afirma que a moeda específica descrita neste processo não existe. 

Em segundo lugar, há alguns erros ortográficos notáveis ​​nos supostos títulos e certificados.


 Aqueles que acreditam que os títulos são reais dizem que esses erros foram intencionais para impedir que os EUA pagassem suas dívidas.


 Em terceiro lugar, a narrativa se transforma à medida que mais e mais teóricos da conspiração adicionam reviravoltas fantasiosas e não comprovadas à narrativa básica.


 Pesquisadores como Benjamin Fulford, por exemplo, veem esse incidente como um indício de algo maior, talvez o colapso global do atual sistema monetário. 


Mas sensacionalismo à parte, existem fatos que possam provar que essa história ultrajante é verdadeira?


Atualmente a resposta é "não".
Esquemas de falsificação também são bastante comuns, já que o Federal Reserve (Fed) menciona vários em seu site.


No entanto, é verdade que Neil Keenan entrou com uma ação em nome da família Dragon contra a polícia italiana, o representante da ONU Bonky Moon e várias outras organizações.
Mayun tradução automática









O vídeo