🛑 As 10 piores moedas do mundo, com o maior exportador de petróleo do mundo na parte inferior ☆ Revolução Financeira

 



🛑  As 10 piores moedas do mundo, com o maior exportador de petróleo do mundo na parte inferior ☆ Revolução Financeira



Essas moedas enfrentam desafios econômicos, como instabilidade política, dependência de indústrias específicas e globais É claro que uma variedade de fatores, incluindo geopolíticos questões, estão a contribuir para a fraqueza da moeda em relação às principais moedas, como a libra esterlina.


Alessandra Scott Di Santoro, Repórter de Notícias Mundiais



Antecedentes das Moedas Europeias
No complexo mundo das finanças globais, algumas moedas lutam para manter o seu valor face às principais moedas.

Apesar de abrigarem grandes exportadores, as seguintes moedas estão no final da lista e enfrentam desafios que afetam a sua força:


Vamos dar uma olhada nas 10 moedas mais fracas e detalhar as principais exportações que definem o valor de cada economia.


🟧 10. Xelim de Uganda (UGX)
O Xelim de Uganda está em apuros e 1 GBP equivale a aproximadamente 5.300 UGX. O Uganda depende da agricultura, sendo o café um importante produto de exportação e contribuindo significativamente para o PIB.


🟧 9. Guarani paraguaio (PYG)
O guarani paraguaio, avaliado em cerca de 15.000 pig por libra, está passando por dificuldades. A agricultura, incluindo as exportações de soja e carne bovina, desempenha um papel importante na economia do país.


🟧 8. Franco Guineense (GNF)
O Franco Guineense está enfrentando desvalorização, com 1 libra equivalente a aproximadamente 14.000 GNF. A Guiné é rica em recursos naturais, especialmente bauxita, que é um importante produto de exportação.


🟧 7. Som do Uzbequistão (UZS)
1 libra equivale a aproximadamente 12.500 UZS, e o Uzbequistão depende das exportações de algodão e ouro para sustentar a sua economia.


🟧6. Libra Libanesa (LBP)
A libra libanesa é negociada entre £ 1 e cerca de £ 15.000, refletindo os desafios econômicos do país. O Líbano tem dependido tradicionalmente da banca e do turismo, mas a instabilidade política tem impedido o crescimento económico.


🟧 5. Rupia Indonésia (IDR)
A Indonésia enfrenta uma desvalorização monetária, com 1 libra equivalente a aproximadamente 21.000 rupias. As principais exportações do país incluem óleo de palma, carvão e gás natural.


🟧 4. Lao Skip (LAK)
O Laos vale aproximadamente 18.000 LAK a 1 GBP e depende da energia hidrelétrica, da agricultura e da mineração para sustentar sua economia.


🟧 3. Serra Leoa Leone (SLL)
Serra Leoa Leoa está em dificuldades e 1 GBP equivale a cerca de 18.000 SLL. As principais exportações do país incluem diamantes, ouro e cacau.


🟧 2. Dong do Vietnã (VND)
O dong do Vietnã, onde 1 libra equivale a cerca de 32.000 VND, está enfrentando desafios. O país depende da fabricação e exportação de têxteis, eletrônicos e frutos do mar.


🟧 1. Rial Iraniano (IRR)
No topo da lista está o Rial Iraniano, com 1 libra trocada por aproximadamente 48.000 IRR. Apesar de ser um dos maiores exportadores de petróleo do mundo, o Irão enfrenta sanções económicas que afectam a sua moeda.


De Mayun

No fundo está o Irão, o maior exportador de petróleo do mundo.
O valor das moedas destes países não é proporcional ao valor dos seus recursos.
Longe do verdadeiro valor.

Por outro lado, o valor da moeda libra esterlina é elevado.


Para esse fim, ocorrerá uma redefinição da moeda global.


O que é a redefinição global da moeda (GCR)?


Representa uma mudança fundamental no cenário financeiro global.

É um grande equalizador que visa nivelar as condições de jogo, criar igualdade económica entre as nações e prevenir a exploração sistemática que minou a ordem económica mundial.


Representa também um esforço deliberado e estratégico para realinhar os valores de várias moedas com as realidades económicas.



Não é apenas uma reinicialização. Trata-se fundamentalmente de recalibrar a forma como o dinheiro se move e é avaliado em todo o mundo.


Este processo envolve a reavaliação (RV) da moeda para garantir que ela reflita o verdadeiro valor da moeda.



O termo Redefinição Monetária Global (GCR) tem circulado à margem do discurso financeiro há anos, mas já não é apenas um conceito especulativo.


Tornou-se uma realidade que está a remodelar o mundo financeiro tal como o conhecemos.


O GCR marca um evento global importante em que o mundo pressiona coletivamente o botão de redefinição da moeda, inaugurando um novo sistema financeiro.


O sistema opera segundo os princípios de transparência, eficiência e segurança, tudo graças ao Quantum Financial System (QFS).



Esta não é uma tarefa fácil, mas é necessária para estabilizar o sistema financeiro global.


Entrando no Sistema Financeiro Quantum (QFS) No coração do GCR está o Sistema Financeiro Quantum (QFS), uma tecnologia inovadora de contabilidade digital que reescreve as regras das finanças.


QFS é mais do que apenas um livro-razão.
É uma mudança de paradigma que introduz um conceito monetário inteiramente novo.



Então, se você se aprofundar no NESARA/GESARA, encontrará muitos de seus pilares.
Entre as mais profundas está a ideia de uma “redefinição monetária global” (GCR)  .


Isto representa uma redefinição económica que visa criar igualdade financeira entre as nações, em total contraste com as relações de poder tradicionais encontradas na economia global de hoje.


Mas o que isso significa para nós? Isso significa que estamos à beira de uma mudança, uma mudança de proporções sem paralelo.


Eles anunciam um mundo onde reina a igualdade económica, a riqueza é partilhada em vez de acumulada, o poder do dólar é restaurado e as cadeias da dívida são finalmente quebradas.


Preparem-se para uma viagem de montanha-russa pelo sombrio reino das finanças globais e pela iminente agitação que estamos prestes a testemunhar.


Agora é hora de mergulhar mais fundo no território do cisne negro.
Um cisne negro é uma iminente quebra do mercado global que ameaça abalar o mundo financeiro até ao seu âmago  .



Um cisne negro é essencial para uma redefinição da moeda global e para a evolução do sistema financeiro.



GCR, RV e QFS = Redefinição Global de Moeda 


Num mundo onde os sistemas financeiros estão em constante evolução, uma transformação notável conhecida como Redefinição Monetária Global (GCR) está a ganhar força.


Imagine um mundo financeiro onde as moedas são redefinidas e a tecnologia quântica desempenha um papel fundamental na mudança da nossa percepção do cenário financeiro.


Bem-vindo ao Sistema Financeiro Quântico (QFS), o catalisador por trás desta revolução financeira.



revolução financeira

🟧Lei de Reforma da Segurança Econômica Global (GESARA)

Este movimento revolucionário de reforma visa reduzir a desigualdade económica, restaurar a estabilidade financeira e promover a paz e a prosperidade mundiais. Não é apenas mudar as regras do jogo. Trata-se de mudar o próprio jogo.


Do perdão da dívida à abolição do imposto sobre o rendimento e à criação de um imposto fixo não essencial, GESARA promete um mundo onde o stress financeiro e a desigualdade económica são relíquias de uma época passada. Um mundo onde todos partilham a prosperidade global.



🟧QFS: O surgimento da transparência financeira

Agora vamos dar uma olhada no sistema financeiro quântico, QFS. Esta maravilha tecnológica de ponta proporciona uma rede financeira incorruptível, transparente e segura. Ele usa tecnologia de computação quântica para tornar as transações financeiras mais rápidas, seguras e eficientes. Isto é mais do que apenas uma atualização da infraestrutura financeira existente. Ã‰ uma reinvenção completa.


🟧GCR/RV: Redefinição em direção à igualdade

O próximo passo é a redefinição/reavaliação da moeda global (GCR/RV). Esta grande redefinição do sistema monetário global não é apenas um jogo de números, mas um esforço para nivelar o campo de jogo financeiro.


🟧 ISO 20022 e Basileia III: Definindo novos padrões

Além disso, ISO 20022, o padrão internacional para troca eletrônica de dados entre instituições financeiras e autorregulação global que aborda a adequação de capital dos bancos, testes de estresse e risco de liquidez de mercado Padrões como a estrutura de Basileia III estão criando um mundo financeiro mais seguro e transparente.



🟧Protocolo QFS 20 e a Promessa do Dinar

E, finalmente, existem protocolos modernos como o QFS 20 e a reavaliação do Dinar Iraquiano (DINAR), que representam um impulso em direção a um sistema financeiro global mais unificado.


🟧Das Trevas à Luz: Uma Jornada de Amor e Unidade

No centro desta grande mudança do antigo para o novo sistema financeiro está o princípio fundamental: o amor. Amor um pelo outro, amor pela terra que compartilhamos e amor pelo potencial infinito dentro de nós.

Esta mudança não envolve apenas dinheiro e riqueza. Ã‰ sobre unidade, prosperidade e amor.




Rumo a um mundo de paz, liberdade, abundância, harmonia e amor


É o início de uma era de ouro 🤍✨✨✨




De Mayun
Obrigada por ler 🥰 ðŸ™